Um amor um sonho




Nunca consegui namorar e ficar distante
Não consigo gostar, e ser apenas ficante
Mesmo nos romances (chuvas de verão)
Quero ficar junto, e entregar meu coração

Sonho viver um amor pra vida inteira
Perto, dentro, juntos, misturados na peneira
Amante, apaixonada, extremamente envolvida
Não desisto ...preciso ser por alguém querida

Que sua paixão e seu clamor sejam imenso.
Sem obsessão, mas que seja muito intenso
Que me dê um sentido especial na vida
Ardente. E com seu olhar eu me sinta seguida

Amar sem explicações e sem argumentos
Tornar real o universo natural dos sentimentos
Apenas saber do Amor o seu sabor
Tornar finito, transcendental e aniquilar a dor

Um amor que não caiba na minha vida
Dar um sentido único mesmo que inventado
Um barco que me guie na tempestade
E ao se entregar aos devaneios traga
na volúpia estridente ...Serenidade



Sábados dançantes



Passo a semana e como num deserto
Aguardando os sábados como um oásis

Aos sábados me livro de todas as crenças
Medos e rancores
Solto minhas Fadas e Bruxas
Princesas, Magas e Feiticeiras
Flutuam livres sem temores

Meus sábados são de poesias fartas.
Seduzo amantes de almas raras
Invento amores e vivo histórias
Sem saber exatamente o que desejo
Penso na sedução de um Beijo
Um sorriso aberto, de um amigo do peito
Que me conta vitória e me trata com jeito

Na música frenética, louca contagiante
Sinto´me lúdica é evidente
Que dançar não é apenas um gesto
a dança encontra no corpo
expressão, movimento e cadência
busca de uma eterna paixão inebriante

Aos sábados vivo com plenitude
Diversão musicas e movimentos
Afinidades sussuros segredos e atitude
Misturam-se.... todos os sentimentos



Inquietude l



Preciso abrir espaços, guiar meus passos
Atravessar esta estrada de névoa
Arrancar esta monotonia de mim
Fazer os meus dias menos confusos
Descontinuar destes lugares comuns

Enxergar minha alma por inteiro
Fugir do que conheço
Escorregar no tempo
Sentir o novo, o absoluto
O ainda não sentido.



Sem promessa




Tornei-me cativa em meus desejos
E de um romance vazio de promessas
Seu toque me exita, envade minha alma
Com emoção, sem mesmice sacia meu prazer
Quem se importa ? se nunca te vejo.!!!

Sua maneira ousada, mistura a dor e beleza.
É um contraste de um universo sem encanto
Me entrego, distanciando as tristezas.
O tempo avança, e da solidão eu escapo
Quem se importa? se fantasio minhas fraquezas.

Tento não ser uma mulher deslumbrada
Nem tampouco ser uma mulher amarga
Viver no equilibro entre estas duas portas
È viver na tênua linha, da loucura equilibrada.
Nem sei por onde entrar!! Quem se importa ?