Ah!!!!, felicidade



O que me aborrece e me deixa tensa.
Quando me lembro que estou como
pedra
presa a esta floresta densa
Contando o tempo que ainda me resta
A vida já aproveitou muito de mim
Deixou vinculos profundo na minha alma
Riscou e na minha história deixou brechas

Quero ser uma estrela iluminando a escuridão
Sem tempo marcado para humanizar.
Apenas existir como energia, sentida na multidão
Flutuando no cosmo, sem época pra apagar.

Só uma luz.
Sem sonhos por que sonhos me trazem de volta
Sem pendências , apenas pelo espaço viajando
Sem laços eternos, laços de amor ou escolta
Apenas existir sem dor ou prazo de validade
Ah, felicidade!

O amor nunca mais foi o mesmo


Sentimentos eternos
 carícias sem preconceitos
Neste cenário de manhãs cinzentas
Sinto meu ser no aconchego
do seu peito

Escondo meu rosto na travesseiro
Fico lembrando de você toda hora
Você está em mim o tempo inteiro
Não quero ter estes pensamentos
Não sei te amo…..

Nem sei que sentimento são estes…..
Perdi a razão estou sem qualquer sanidade
Preferindo fantasia a qualquer realidade.

Quero sentir-te por mais alguns instantes
Atenuar os desejos, misturar nossos corpos
Nossos encontros marcantes …

Meu coração silencioso
emudeceu completamente
Tornando meus dias maçante

Desapego


Amanhece e lentamente demoro para existir
Não sei o que penso nem o quero sentir
Sensações desconhecidas e sem definições
Se apoderam de mim, ausentando-me daqui.

Esvazio meu sonhos de ausências e nem percebo
Só quero ouvir sentir o acorde de uma melodia
Me recuso a viver a sórdida monótonia do dia
Quero ser eterna e livre deste mundo de apegos

Inexplicavelmente me jogo a procura do sossego
Perco toda noção da passagem do tempo
Encontro outras maneiras pra ficar no aconchego
E dessa forma, da rotina do dia eu me isento