Inquietude lll



Já não sou quem você deixou...
Ando esquecida de quem fui
Ando esquecida do tempo e da cor.
Perdi a chave das vontades e dos anseios....
O vácuo me invade ...o silêncio me engole

 teço meu destino em roteiros incertos
Tenho necessidade de me reinventar
Me livrar destas amarras ... me soltar
Sair deste enclaustramento que vivo
E me deixar escapar em histórias....



solidão


Hoje Sabado ensolarado
Eu aqui presa em amarras inuteis
Me sinto cópia de eu mesma
Onde estou não me encontro
Perdida eu me corrompo

Pareço fantasma sem rumo
A procuro da caixa de sonhos
apenas observando o la fora
Desejando na vida mais prumo  

Olho ao redor nada é como antes
Onde estão meus filhos meus amores
Meus sabores e meus amantes
Navego sozinha neste lugar oco.


Escondidos estão meus sonhos 
Não vejo o belo nem o feio
Nem o quente nem o fresco
Me sinto nada..... só alma vazia