Carta@deamor.com


Eu Sempre aqui sozinha e de repente você 
Agora nem sei o que somos     
Se um casal ou apenas um caso   
Apenas sei que somos mais do que um amor de verão 
Mais que simples ficante. Como se já pertencêssemos 
Um ao outro. Quando nos olhamos sentimos e exalamos paixão.   

Combinamos não complicar essa relação  
Mesmo nos amando adorando e transpirando paixão
Nada impedirá que um dia tudo isso termine.
Levaremos nosso amor dentro do peito
Não choraremos. Mas sofreremos...
E por longo tempo nossos corações sangrarão

O antes, eram paginas em branco...
O futuro ninguém quem sabe ??
Pra que este tipo de preocupação 
Temos pressa de viver 
Toques sentimentos e desejos escondidos
Nosso amor é um instante no tempo...
Quando o sol nascer de novo,
Talvez não reste nada de nós
A não ser lembranças e segredos permitidos