Quarta feira


A sorte esta lançada cara ou coroa
Tenho necessidades de encarar a situação de frente
A vida se apresenta com suas mãos sujas feias e cheias de calos
Tocam-me... e sinto que nada tá muito certo
Minha veia dramática diz que preciso recuar
E repensar todas as gotas de emoções que restam.
Vou por um caminho que me faz flertar um desconhecido
Para enganar o ranço do tempo
Para descompor a solidão. Que Intimida-me
E o relógio biológico avança como uma flecha livre no ar
Sufocando-me com lembranças agora recuperadas.
Sei coisas demais. Sei desmembrar razões emblemáticas!
Para nunca embarcar nesta canoa furada
Não quero infringir coisas lúdicas minhas. Recuso
Ainda existem possibilidades.. ainda tenho muito encanto
Pela vida e por tudo ao meu redor.